Centurión e Kardec iniciam briga pela vaga de Pato contra o Corinthians

0 comentários

 Titular não pode atuar por causa de uma cláusula contratual, o que abre uma vaga no sistema ofensivo. Muricy Ramalho terá cinco treinos para encontrar o substituto

A fraca atuação no empate por 0 a 0 com o Rio Claro já é passado no São Paulo. A partir desta terça-feira, o técnico Muricy Ramalho terá cinco dias de treinos para definir como montar o time sem seu artilheiro, Alexandre Pato. Impossibilitado de atuar por causa de uma cláusula contratual, o atacante será desfalque no clássico de domingo, contra o Corinthians, pela oitava rodada do Campeonato Paulista. O duelo será disputado no Morumbi, a partir das 16h.
 
O treinador tem duas opções: Centurión e Alan Kardec, cada um com uma característica, o que mudaria a maneira de a equipe atuar. Com o primeiro, seria um time rápido pelas pontas e com apenas uma referência ofensiva. Com o segundo, a equipe ganharia em força dentro da área, com dois centroavantes, que precisariam do apoio constante dos laterais para participarem da partida.
O grande favorito para ficar com a vaga é Centurión, que teria sua segunda oportunidade como titular. Muricy, sempre que pode, reclama que falta profundidade ao time, e isso só ocorre quando se tem velocidade pelas laterais, no entender do treinador. O que joga contra o argentino é que ele ainda está se adaptando e pecando pela irregularidade. Ao mesmo tempo em que teve grande atuação contra o Bragantino, ele foi mal no empate contra o Rio Claro, no último domingo.


 Dois aspectos pesam contra Alan Kardec. Foi com ele e Luis Fabiano juntos que o time teve péssima atuação na derrota para o Corinthians por 2 a 0, na estreia da Taça Libertadores. Além disso, o atacante, desde que definitivamente perdeu a posição no time para Luis Fabiano, caiu muito de rendimento.


Contra o Corinthians, Muricy também usou Maicon que, por enquanto, não pode ser escalado, já que discute sua saída para o Grêmio. A tendência é que o treinador comande trabalhos táticos e, no meio de semana, ainda seja realizado algum jogo-treino para que o possível time titular seja testado. Vale lembrar também que o recém-contratado Wesley não está inscrito no Paulistão.
Uma coisa é certa: todos no clube aguardam com ansiedade a chegada da partida de domingo, principalmente porque será a chance de o time tricolor apagar a péssima impressão deixada na derrota sofrida no estádio alvinegro.

Mais informações »

Tricolor confirma acerto com Wesley antes de fim de contrato com Verdão

0 comentários

Em entrevista à Rádio Globo, Ataíde Gil Guerreiro diz que foi feito um acordo verbal com empresários para que tudo só fosse anunciado após saída do atleta do Palmeiras

 O São Paulo passou seis meses negando a contratação do volante Wesley até que anunciou a contratação no último domingo, pouco antes da partida contra o Rio Claro, pelo Campeonato Paulista. Nesta segunda-feira, porém, o vice-presidente de futebol do clube, Ataíde Gil Guerreiro, reconheceu que já existia um acordo prévio, quando o atleta ainda tinha vínculo com o Palmeiras.
– Isso já foi um assunto bastante explorado. Na verdade, nós respeitamos o Palmeiras. Não queríamos atrapalhar o clube no momento da reeleição do Paulo Nobre, combinamos com os representantes do atleta que só conversaríamos quando terminasse o contrato. Foi feito um acordo verbal que se sacramentou agora – afirmou o dirigente, em entrevista à Rádio Globo.
Ataíde também manifestou seu descontentamento com o momento atual do time. Ele não gostou da atuação no empate por 0 a 0 com o Rio Claro e nem do rendimento do time contra o Danubio, mesmo com o São Paulo tendo goleado por 4 a 0.

 – Não jogamos bem nenhuma das partidas. O placar de 4 a 0 contra o Danubio foi enganoso. O São Paulo não fez uma grande partida, mas foi muito feliz nas finalizações. Ontem, com aquele calor enorme, um campo ruim e outras dificuldades, também não rendemos. Mas ainda estamos entrosando. Tenho certeza de que as coisas vão melhorar domingo, contra o Corinthians. 
Sobre o volante Maicon, que está de saída para o Grêmio, o dirigente deixou claro que o martelo não foi batido porque o São Paulo quer dinheiro para liberar o jogador, que tem contrato até dezembro de 2016.
– Nós não liberamos o Maicon, ele que pediu para sair. Talvez ele tenha ficado incomodado com a quantidade de jogadores que existem aqui. Mas até agora não fechei a saída dele, porque não vamos liberá-lo sem uma compensação financeira – ressaltou.

Mais informações »

Under Armour já produz camisas do São Paulo e terá lojas no Morumbi

0 comentários

Linha destinada aos atletas está aprovada e em produção pela marca americana, que abrirá lojas no estádio do Tricolor e em shopping do bairro Zona Sul da capital paulista

Penalty lançou linha para ser usada até o fim do Paulista

 O torcedor do São Paulo segue imaginando como serão os novos uniformes do clube, que vestirá a marca Under Armour a partir de maio. A espera, porém, está cada vez mais perto do fim, já que a fornecedora de material esportivo já recebeu a aprovação do Tricolor e iniciou a produção dos novos mantos são-paulinos.

O clube ainda espera receber algumas peças casuais e voltadas para o torcedor para que a linha inicial da Under Armour esteja completa nas fábricas. Resta também estabelecer a data de lançamento dos produtos, que tem chances de acontecer ainda neste mês de março, mas que deve ser deixada para abril, quando encerra o último vínculo com a Penalty.

Os americanos estão entrando no mundo do futebol pouco a pouco e escolheram o São Paulo para começar a aventura em solo brasileiro.
E para ganharem ainda mais a confiança dos tricolores, a marca decidiu abrir duas lojas em redutos com presença maciça de torcedores do novo cliente: o MorumbiShopping e o próprio Estádio do Morumbi, ambos no bairro da Zona Sul da capital paulista.

No estádio, a loja da Under Armour tem previsão para começar a ser montada ainda para março. O início das obras depende da Penalty, que já fechou sua unidade no estádio, mas que ainda desmonta a loja que funcionava no local desde 2013.

Mais informações »

São Paulo está perto de emprestar volante Maicon para o Grêmio

0 comentários

Camisa 18 negocia com clube gaúcho e negócio pode ser sacramentado nos próximos dias. Ele nem sequer foi relacionado para encarar o Danubio, pela Libertadores

 
 O técnico Muricy Ramalho pode sofrer uma importante baixa para a temporada 2015. O volante Maicon está em negociação com o Grêmio e pode ser liberado para trocar de Tricolor nos próximos dias. A informação foi publicada pelo site "Globoesporte.com" e confirmada pelo LANCE!Net. A reportagem apurou que Maicon deve ser cedido por empréstimo até o fim deste ano - seu contrato com o São Paulo vence em dezembro de 2016.

 Já em negociação com o clube gaúcho, o camisa 18 não foi relacionado para o duelo da última quarta-feira, contra o Danubio (URU), pela segunda rodada da fase de grupos da Libertadores. Nesta quinta-feira, no entanto, ele treinou normalmente com o restante do grupo.

Eduardo Uram, representante do jogador, diz que o negócio ainda não é conclusivo, mas tem boas possibilidades de acontecer, até o início da semana que vem.
A situação de Maicon no São Paulo é curiosa. Ele possui total confiança do técnico Muricy Ramalho e, embora tenha ficado na reserva no último jogo do Paulista, contra o Oasco Audax, é considerado titular no grupo. Ele disputou sete dos dez jogos do time este ano.
Já com a torcida o jogador não goza do mesmo prestigio. Desde 2012 no clube, contratado do Figueirense, Maicon sempre lidou com o desconforto dos são-paulinos, seja em redes sociais ou no estádio. Na vitória por 4 a 2 sobre o Capivariano, no Pacaembu, o camisa 18 foi criticado mesmo sendo considerado um dos melhores em campo pelo técnico Muricy Ramalho e o goleiro Rogério Ceni. A situação irritou o atleta.
- Ele (Muricy) entende de futebol, não ganhou tudo à toa. Quem entende de futebol vê (seu esforço). Mas chateia. Eu corro pra caramba, não sou nenhum craque, mas sou bom também. Se eu não jogar aqui, jogo em qualquer outro lugar, porque eu confio em mim - disparou Maicon, logo após a partida.

Mais informações »

Para Bernardo, Michel Bastos é o jogador mais importante do São Paulo

0 comentários
Ex-São Paulo, Bernardo exalta bom futebol de Pato e afirma que Michel Bastos é o jogador mais importante do São Paulo.
A entrevista foi no programa OS DONOS DA BOLA, na Band.
 

Mais informações »

Admirador de Pato, Cafu brinca sobre sorte após gol pelo São Paulo

0 comentários

Jovem atacante precisou de apenas dois minutos para balançar as redes contra o Danubio. Tricolor venceu a primeira na Libertadores e torcida fez a festa no Morumbi

 Jonathan Cafu, de 23 anos, mal chegou ao São Paulo e já pode se gabar de ter balançado as redes na Libertadores. Autor do quarto tento tricolor na vitória por 4 a 0 sobre o Danubio, nessa quarta-feira, no Morumbi, o atacante brincou sobre sua "sorte". Ele entrou em campo aos 41 minutos, no lugar de Michel Bastos, e precisou de pouco mais de cem segundos para deixar sua marca.
Eu tive tranquilidade ali na frente do goleiro, de tirar dele, e continuar assim. Se, toda vez que eu entrar, tiver essa sorte aí, vai ser bom para o São Paulo – comentou o jogador na saída do gramado, instantes após marcar seu primeiro tento pelo Tricolor.

Cafu, que chegou o São Paulo em janeiro desta temporada, sabe que não será fácil conquistar uma vaga na equipe de Muricy Ramalho. E entre tantos atacantes, o Tricolor tem Alexandre Pato vivendo uma das melhores fases de sua carreira (o camisa 11 anotou dois gols contra o Danubio). Concorrência para o jovem recém-chegado da Ponte Preta? A palavra certa não é bem esta...
Ah, ele foi nota dez, nota mil. Foi o homem do jogo sem dúvida. Pelo fato de fazer os dois gols, mais do que certo dar o prêmio de melhor jogador para o Pato – discorreu Cafu pouco após a goleada do São Paulo.

Mais informações »

Pato pede 'bicho' para a namorada Fiorella: 'Pagaria meu jantar'

0 comentários

Atacante brinca com o pé quente da atriz, que assistiu 'in loco' a sete de seus oito gols no ano; Amuleto do São Paulo, ela diz que não viajará: 'Eu trabalho, meu filho'

 O namoro de Alexandre Pato com Fiorella Mattheis tem rendido bons frutos ao São Paulo. Nos três jogos em que a atriz assistiu do estádio o atacante em campo, ele ficou inspirado e anotou sete gols - na temporada são oito. Por isso, o camisa 11 já até faz um pedido para o vice-presidente de futebol do Tricolor, Ataíde Gil Guerreiro.
- Se ele pagasse bicho para ela, ela pagaria meu jantar. Seria até melhor - brincou o artilheiro.

A única vez em que Pato marcou em 2015 e Fiorella não estava por perto foi na goleada por 5 a 0 sobre o Bragantino há dez dias. Nos três tentos sobre o Capivariano (4 a 2, no Pacaembu) e nos quatro contra Osasco Audax e Danubio (URU), ambos em vitórias por 4 a 0 no Morumbi, a atriz estava presente.
O pé quente de Fiorella fez com que jornalistas perguntassem se ela pretende acompanhar o time também fora de casa, principalmente nas viagens em jogos da Copa Libertadores da América. A musa sorriu com as brincadeiras, mas lembrou que, assim como o namorado, precisa trabalhar.
- Eu trabalho, meu filho (risos)! manter a nossa vida privada, privada. Mas o carinho da torcida conosco não tem como negar. Acho muito legal. Fico muito feliz. Espero que eu continue dando sorte ao São Paulo - projetou o "amuleto" tricolor.

Mais informações »