São Paulo está perto de contratar zagueiro Maicon, do Porto

0 comentários

Sem êxito na negociação com argentino, Tricolor fecha com brasileiro que joga no Porto. Assinatura do contrato deve acontecer nesta segunda-feira, e inscrição na terça

 O São Paulo deve fechar nesta segunda-feira a contratação do zagueiro Maicon, de 27 anos, que pertence ao Porto. O negócio deverá ser concluído por empréstimo até o meio do ano. O técnico argentino Edgardo Bauza faz questão de mais um jogador da posição no grupo, em razão das condições físicas de Lugano e Breno, que dificilmente terão longas sequências na equipe.

Além disso, neste domingo, Lucão cometeu mais uma falha grosseira num clássico contra o Corinthians, e voltou a ficar em situação ruim com a torcida, que havia lhe dado uma trégua neste início de temporada, depois da derrota por 6 a 1 para o mesmo rival, no fim do ano passado.
A diretoria tentou fechar com o argentino Marco Torsiglieri, do Morelia, do México, mas não houve acordo. Inicialmente, o término do contrato de Maicon será o mesmo do atacante Calleri: 30 de junho. O São Paulo não se pronunciou sobre o reforço, tampouco sobre a possibilidade dele permanecer caso a equipe avance às fases finais da Taça Libertadores.
O negócio tem de ser fechado rapidamente para que Maicon seja inscrito na competição sul-americana até terça-feira, véspera da estreia na fase de grupos contra o The Strongest, da Bolívia. Bauza terá no plantel, além do reforço, os zagueiros Rodrigo Caio, Breno, Lugano, Lucão e Lyanco. A tendência é que não cheguem mais jogadores para essa etapa.
Maicon começou no Cruzeiro, mas joga no futebol português desde 2008. No Porto, desde 2009.

Mais informações »

Fator Lucão, novamente leva o SPFC a ser derrotado por rival.

0 comentários

Corinthians aproveita erro e vence São Paulo pela quarta vez em Itaquera

 Corinthians e São Paulo se enfrentaram pela quarta vez no estádio de Itaquera neste domingo. Pela quarta vez, o Corinthians levou a melhor. Um gol de Lucca no primeiro tempo, após falha do zagueiro Lucão, e outro de Yago nos minutos finais construíram a vitória por 2 a 0. 
Durante os 90 minutos, os times não construíram tantas chances claras de gols assim. No início do duelo, o que mais chamou a atenção foram alguns desentendimentos entre os jogadores.
Depois da falha de Lucão que resultou no primeiro gol do Corinthians, o São Paulo até teve algumas chances para empatar, principalmente em jogadas que não construiu. Em uma, um chutão de Bruno Henrique bateu em Centurion e foi em direção ao gol. Na outra, Yago atrasou mal e deixou Calleri sozinho na área. Mas Cássio apareceu de maneira decisiva em ambas. Qualquer chance de tirar ao menos um ponto na casa do rival acabou quando Yago apareceu na área são-paulina para acertar um cabeceio.
A vitória faz o Corinthians permanecer com 100% de aproveitamento no Paulista. Com 12 pontos em quatro rodadas, o time não só lidera o Grupo D como é o melhor da competição. O São Paulo, por sua vez, perde pela primeira vez sob o comando de Bauza e permanece estacionado nos quatro pontos no Grupo C, depois de três jogos.
As duas equipes agora voltam as atenções para a Libertadores. O São Paulo recebe no Morumbi o Strongest, da Bolívia, na quarta-feira. Também na quarta, o Corinthians viaja ao Chile para pegar o Cobresal.

Confira os melhores momentos:

video


FICHA TÉCNICA CORINTHIANS 2 X 0 SÃO PAULO
Local: Estádio de Itaquera, em São Paulo (SP) Data: 14 de fevereiro de 2016, domingo Horário: 17 h (de Brasília) Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP) Assistentes: Rogério Pablos Zanardo e Alex Ang Ribeiro (ambos de SP)  Público: 36.788 (36.378 pagantes) Renda: R$ 2.050.496,50 Cartões amarelos: Guilherme Arana, Willians (Corinthians); Mena, Hudson (São Paulo) Gols: Lucca (Corinthians), aos 23 o 1º tempo; Yago (Corinthians), aos 41 do 2º tempo

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Felipe, Yago e Guilherme Arana; Bruno Henrique; Maycon (Willians), Giovanni Augusto (Romero), Rodriguinho e Lucca; André (Danilo) Técnico: Tite

SÃO PAULO: Denis; Bruno (Caramelo), Rodrigo Caio, Lucão e Mena; Thiago Mendes (Kelvin) e Hudson; Centurión (Rogério), Paulo Henrique Ganso e Michel Bastos; Calleri Técnico: Edgardo Bauza

Mais informações »

Calleri chega a São Paulo, diz ter gana pela Libertadores e elogia Alan Kardec

0 comentários

No aeroporto, atacante evita falar como jogador do clube antes de assinar, explica por que queria ter ficado no Boca e ressalta participação de Bauza em sua chegada

 Com mais de uma hora de atraso e poucas palavras, Jonathan Calleri desembarcou por volta das 22h desta segunda-feira no aeroporto de Cumbica. O atacante será o quarto reforço do São Paulo na temporada, mas fez esforço para não falar como jogador do clube, já que o contrato não está assinado. Depois de relutar em dar qualquer opinião, cedeu e, rapidamente, fez elogios ao técnico Edgardo Bauza, citou três jogadores do grupo e revelou "gana pela Libertadores".
– É muito lindo, tenho gana pela Libertadores – disse o jogador de 22 anos ao ser questionado sobre a disputa do torneio.
Calleri confirmou que a intervenção de Bauza foi decisiva para colocar o São Paulo à frente do Atlético-MG na disputa por sua contratação. E, curiosamente, fez os maiores elogios àquele com quem, em tese, brigará por posição: Alan Kardec.
– Ele (Bauza) é um técnico vencedor, ganhou a Libertadores há dois anos e fez muito para que eu estivesse aqui. Eu vi muitas partidas do São Paulo, conheço o Centurión, tem o Diego Lugano, que foi um pilar muito importante para o Uruguai, o Alan Kardec é um jogador que gosto muito. Vamos tratar de terminar tudo, assinar o contrato e ver o que se passa amanhã.
O jogador, evidentemente, foi questionado sobre a declaração dada no embarque para São Paulo, quando disse a jornalistas argentinos que gostaria de ter ficado no Boca Juniors, e que teria dito isso aos dirigentes de seu ex-clube. Calleri confirmou e ressaltou gratidão ao Boca.
– Sim, eu gostaria de ficar mais no Boca porque foi o clube que me deu tudo, me fez como jogador e como pessoa, sou muito agradecido.
O contrato de Jonathan Calleri será assinado até 30 de junho, porém, com brechas para ser estendido enquanto o São Paulo estiver disputando a Libertadores, cuja final está marcada para o dia 27 de julho. No segundo semestre, ele defenderá a Internazionale, que já o contratou, mas está com as vagas para estrangeiros todas preenchidas.
– Agora estou com muita gana de jogar, entrar no grupo. Então, vamos tratar para que tudo termine bem e eu possa assinar contrato e arrancar – afirmou no saguão do aeroporto.
Nesta terça-feira, ele fará exames médicos e formalizará sua situação para que o São Paulo possa, enfim, confirmar sua contratação.

Fonte: Globo Esporte

Mais informações »

RedeTV publica declaração mentirosa sobre Calleri, novo reforço do São Paulo

0 comentários

 Noticia sensacionalista da RedeTV, mente sobre declarações do novo atacante do SPFC


RedeTV publicou a esta noticia mentirosa e sensacionalista no seu portal: 

'Queria ficar no Boca. Tive que ir jogar no São Paulo', dispara Calleri
 
O atacante Jonathan Calleri conversou com a impresa argentina antes de embarcar para o Brasil para assinar contrato com o São Paulo e afirmou que sua ideia era ficar seis meses no Boca Juniors para jogar a Copa Libertadores da América.
"Como sempre disse, a minha ideia era ficar no clube, expressei isso para Daniel (Angelici, presidente do Boca Juniors) e Vasco (Rodolfo Arruabarrena, técnico do time). Eles me deram seus pontos de vista. Eu queria que me vendessem e queria jogar a Libertadores. Tem coisas no meio, cada um vai dizer a verdade. Queria ficar e jogar a Libertadores", disparou Calleri ao jornal argentino Olé. (Fonte: RedeTV Uol)



Isso é uma baita mentira. A imprensa brasileira é uma bosta e quer criar caso! Sou brasileiro e moro atualmente na Argentina. Faz exatamente 5 minutos acompanhei uma entrevista do Calleri na TV Argentina onde falou que não quer jogar mais jogar no Boca Juniors e graças ao convite do uma técnico Edgardo Bauza, e que ele admira, decidiu então jogar no São Paulo. 

O jogador ainda declarou que pela grandeza do clube no continente e pela grandeza do técnico que é um bi-campeão da América, motivou a ele tomar a decisão pelo Tricolor do Morumbi. 

Calleri deixou bem claro que não iria mais jogar no Boca por causa do veterano Osvaldo que foi contratado e que seria titular por indicação do presidente do Boca Juniors que pagou um custo alto na contratação. Calleri é considerado uma promessa do futebol argentino e seria um desperdiço ele ser banco de uma cara velho por "mera política". Então chupa REDETV. Que baita falta de profissionalismo!!! VERGONHA!!!

Mais informações »

São Paulo espera por Calleri, quinto gringo, e segue de olho em Buffarini

0 comentários

Atacante assinará contrato até 30 de junho, mas ficará até a Libertadores terminar; proposta por 50% dos direitos do lateral-direito do San Lorenzo não teve resposta

 Jonathan Calleri, atacante argentino que se destacou no Boca Juniors, assinará contrato com o São Paulo nos próximos dias e será o quarto reforço para 2016. O terceiro gringo. O clube, que já tinha o argentino Centurión e o colombiano Wilder, trouxe o chileno Mena e o uruguaio Lugano.
Familiaridade com adversários da Libertadores, noção tática, espírito guerreiro, mercados desvalorizados... Várias razões explicam o quinteto estrangeiro. Uma delas é a nova comissão técnica formada pelo técnico Edgardo Bauza, o auxiliar José Daniel Di Leo e o preparador físico Bruno Militano. Todos argentinos. Vem de Bauza o pedido por um sexto gringo: Buffarini.
O lateral-direito renovou contrato até 2019 com o San Lorenzo, ex-clube do atual técnico do Tricolor, que, mesmo assim, ofertou cerca de R$ 5 milhões por 50% de seus direitos econômicos. Não recebeu resposta. Se haverá insistência ou não, dependerá do retorno argentino.
Enquanto isso, Calleri completará o setor ofensivo, será o terceiro homem de área do ataque, junto a Alan Kardec e Kieza. A diretoria do São Paulo comemora o desfecho do negócio, que teve no telefonema de Bauza para o jogador, um elemento essencial. Somados salários e comissões, a proposta do Atlético-MG era cerca de 15% maior.
O contrato de Calleri será assinado até 30 de junho, mas, de acordo com o Tricolor, há um dispositivo que garante sua extensão enquanto houver jogos da Libertadores a serem disputados – a final está marcada para o dia 27 de julho. O argentino está contratado pela Internazionale (ITA), mas como as vagas de estrangeiros estão preenchidas, ele se juntará ao grupo na próxima temporada. Até lá, tentará, no São Paulo, garantir vaga nas Olimpíadas-2016. Ele tem 22 anos.
Na Libertadores, o São Paulo não tem restrições quanto ao uso de estrangeiros nas partidas. Nas competições nacionais, entretanto, apenas cinco podem ser relacionados. Ou seja, neste momento, Bauza poderia levar todos os seus gringos para qualquer partida. Se Buffarini ou alguém de outro país for contratado, um terá que ficar fora da lista no Paulistão e no Brasileirão.

Mais informações »

São Paulo fará jogo-treino contra o Boa Esporte, nesta terça-feira, no Pacaembu

0 comentários

Atividade terá portões fechados ao público e apenas 15 minutos de registro de imagens pela imprensa: comissão quer familiarizar jogadores ao palco da Libertadores

 O treino do São Paulo nesta terça-feira será realizado no Pacaembu. Às 10h, a equipe enfrentará o Boa Esporte num jogo-treino com portões fechados ao público. A comissão técnica gostaria de levar a equipe ao estádio onde será disputada a partida do dia 10 de fevereiro, contra o Cesar Vallejo, pela primeira fase da Libertadores, e, possivelmente, os primeiros duelos do Paulistão como mandante, já que o gramado do Morumbi está em obras.
A imprensa poderá assistir à atividade, mas o técnico Edgardo Bauza só permitirá que os últimos 15 minutos sejam filmados.
A diretoria negociou um amistoso contra o Flamengo para esta quarta-feira, mas a participação do clube carioca na Primeira Liga inviabilizou a realização da partida, já que a primeira rodada do torneio está marcada para essa mesma noite.
A solução foi levar um treino ao Pacaembu. Com ares de amistoso de preparação, Edgardo Bauza terá mais um teste antes da estreia de sábado, contra o RB Brasil, pelo Paulistão. Até aqui, na pré-temporada, os reservas enfrentaram o Nacional e, no mesmo dia, os titulares bateram o Juventus por 2 a 0, ambos no dia 14 de janeiro, no CT da Barra Funda.
O principal teste foi a vitória por 1 a 0 sobre o Cerro Porteño, na última quarta-feira, no Paraguai, em amistoso marcado na negociação da rescisão de contrato de Lugano.
Contra o Boa, Bauza deverá repetir a escalação que já está se tornando conhecida do público, e que, nesta segunda-feira, foi mantida em treino no CT: Denis, Bruno, Rodrigo Caio, Breno e Mena; Hudson, Thiago Mendes, Ganso, Michel Bastos e Centurión; Alan Kardec.

Mais informações »

Bauza usa três da Copinha e mantém equipe titular em treino do São Paulo

0 comentários

Com presenças de Banguelê, Lucas Fernandes e Joanderson, técnico fecha semana com atividade tática de mais de uma hora: movimentação e posicionamento em pauta

O São Paulo treinou sem a presença da imprensa, como acontece em todos os sábados, nesta manhã, no CT da Barra Funda. Edgardo Bauza manteve a formação titular que venceu o Cerro Porteño por 1 a 0, em amistoso na última quarta-feira. Primeiro, com apenas esses 11 jogadores em campo, tentou aprimorar a movimentação e o posicionamento.
Depois, já com a presença dos reservas, deu sequência ao trabalho tático por cerca de uma hora. A equipe titular teve Denis, Bruno, Rodrigo Caio, Breno e Mena; Hudson, Thiago Mendes, Ganso, Michel Bastos e Centurión; Alan Kardec.
A principal novidade do treino foram as presenças de três jogadores que disputaram a Copa São Paulo de Futebol Júnior, na qual o São Paulo foi eliminado pelo Flamengo nas quartas de final. O volante Banguelê, o meia Lucas Fernandes e o atacante Joanderson participaram do treino, que terminou com ovada nos aniversariantes Auro (20 anos) e Carlinhos (29).
O grupo terá folga neste domingo, e vai se reapresentar na segunda-feira pela manhã para dar início à última semana de treinos antes da estreia no Campeonato Paulista, marcada para o próximo sábado, dia 30, contra o RB Brasil, no Moisés Lucarelli, em Campinas. A diretoria ainda gostaria de realizar mais um amistoso na próxima quarta-feira, mas a negociação com o Flamengo travou por conta da participação do clube carioca na Primeira Liga.

Mais informações »